Eterna aprendiz

Não existe nada mais fatal para o pensamento que o ensino das respostas. Para isso existem as escolas: não para ensinar as respostas, mas para ensinar as perguntas. As repostas nos permitem andar sobre terra firme. Mas somente as perguntas nos permitem entrar pelo mar desconhecido" (Rubem Alves)

terça-feira, outubro 17, 2006

E dá-lhe confete!

O que ainda não é suficiente para o brilhantismo do texto do Edjofre, publicado no Jornal Meio Norte em referencia ao Sofressor. Lindo!

15 de outubro - Dia do Sofressor
Sou professor por vocação e um sofressor por conseqüência. A minha idealização pela educação nasceu comigo, é coisa de ventre, de mãe, de obsessão, de querer encontrar solução para as mazelas da humanidade.
Tenho sido muitas pessoas em muitos lugares. Sou Sócrates, quando estimulo a juventude a descobrir novas idéias; sou Esopo, revelando a verdade por meio de muitas histórias; sou Darcy Ribeiro, construindo uma universidade a partir do nada; sou Ayrton Senna, que transforma sua fama de herói em recursos para educar crianças de seu país; sou Anísio Teixeira, na sua luta de democratização para que todos tenham acesso à educação; sou Buda, Paulo Freire, Confúcio, Emília Ferreiro, Montessori...
Apesar de ser tudo não sou nada, pois não tenho a importância de um executivo que ensino as primeiras palavras, de um advogado que faço ler com fluência, de um engenheiro que mostro como se mede e calcula problemas, de um artista que oportunizo situações para que mostre sua dramaticidade e seu conhecimento poético, de um jornalista que colaboro para que seus textos sejam bem escritos e entendidos ou de um médico que ensino o valor do bem mais valioso, a vida.
Sofro. Sofro muito! Mas o meu sofrimento é recompensado pelo carinho espontâneo da criança que corre para abraçar-me no inicio do dia ou pela fala daquele adolescente que diz: “Aí tio, valeu! Não vou esquecer disso nunca mais!”.Dizem que sempre fica um pouco de perfume nas mãos daqueles que oferecem rosas. As minhas ficam inebriadas com cheiro de compromisso, competência, altruísmo e dedicação cada vez que um aluno responde positivamente às minhas propostas de ensino.Sou um caçador de tesouros, dedicado em tempo integral à procura de novas oportunidades para meus alunos usarem seus talentos, buscando sempre descobrir seu potencial, às vezes enterrado sob o sentimento de fracasso e derrota.
Sou um guerreiro que luta todos os dias contra a pressão de colegas, a negatividade, o pessimismo na educação, o medo, o conformismo, o preconceito, a curiosidade, a ignorância e a apatia. Por outro lado tenho aliados excepcionais: o riso inocente e o carinho dos meus alunos e a confiança dos seus pais.Bons momentos engolindo pó de giz me fazem crer que ainda chegará o dia em que as famílias dirão, desde o nascimento dos seus filhos, que eles serão professores. Tenho alunos que me fazem acreditar que tenho valor e que contribuo significativamente para as suas vidas.Sou professor e agradeço todos os dias a Deus por isso.

1 Comments:

At outubro 17, 2006 9:44 PM, Blogger EDJOFRE COELHO said...

Fico feliz por ter-lhe como leitora assídua dos meus textos. Aliás, não apenas leitora como motivadora e divulgadora. Beijos,
Edjofre

 

Postar um comentário

<< Home

Acessos:

Image by FlamingText.com
Image by FlamingText.com