Eterna aprendiz

Não existe nada mais fatal para o pensamento que o ensino das respostas. Para isso existem as escolas: não para ensinar as respostas, mas para ensinar as perguntas. As repostas nos permitem andar sobre terra firme. Mas somente as perguntas nos permitem entrar pelo mar desconhecido" (Rubem Alves)

quarta-feira, março 02, 2005

DESCOBRINDO O PROPRIO PODER

Não existem pessoas fracas e pessoas fortes.Todos somos potencialmente fortes. A diferença que se vê esta na postura que cada um assume diante da vida. A partir daí, pode se prever os resultados. O que precisamos lembrar é que se concentrar excessivamente no campo de defesa diminui as chances de gol. Para ganhar é preciso arriscar, ir á frente, descobrindo a própria força. Sem este risco, provavelmente, o máximo que se consegue é um frustrante zero a zero.
Freqüentemente, presenciamos pessoas superando-se frente a situações de alto risco ou desespero, como por exemplo, o caso de uma pessoa que, para salvar um filho, é capaz de levantar um veículo sozinha. Mas, será que somente em situações de emergência se pode obter essa força? Não, na realidade, por mais surpreendente que possa parecer, estamos usando essa força no dia a dia, mesmo sem percebermos.O importante é não cair na armadilha do conformismo, isto é, cair na sedução de ir pelo caminho mais fácil e de menor esforço. Se agirmos assim, a chance de viver bem escapará por entre os dedos. Cada momento é uma oportunidade para a ação.
E para começar tudo isso, depende basicamente de determinação interna. Um primeiro cuidado é baixar a ansiedade frente ao desconhecido. Neste sentido importa lembrar que, quando iniciamos uma viagem, freqüentemente não enxergamos o meio e o fim da estrada. Ao andar é que vamos percebendo quais são os próximos passos, uma curva à direita, depois outra à esquerda. De repente surgem os buracos dos quais devemos desviar. Mas o fato é que, para iniciar a viagem, confiamos que podemos enfrentar essas situações, e esta autoconfiança não é tão grande, é só andar mais devagar e dobrar a atenção. Em suma, não adianta querermos ter uma idéia completa e pormenorizada do que vai acontecer porque o caminho se faz ao caminhar.
Outro cuidado necessário é não darmos um passo maior que a perna, pois pode ser doloroso e provocar desânimo.
A prática de vencer obstáculos ensina que sempre se pode avançar um pouco mais. Assim se descobre a própria capacidade de caminhar sozinho, alem da melhor utilização dessa força que esta escondida dentro de nós mesmos.
Tomo como exemplo a conversa entre o mestre e seu discípulo:
Mestre: Você já viu o céu em dia nublado? De que cor é?
Discípulo: Cinza.
Mestre: Não, isto é uma ilusão dos nossos olhos. As nuvens que interpõem entre nós e o céu que são cinza e elas são circunstanciais...O céu é SEMPRE azul e ensolarado. Da mesma forma, a essência do ser humano é força. A fraqueza, mesmo aparentando ser tão real, é fruto da falta de consciência e visão de nossa realidade maior. Aprenda a olhar, cada vez mais, por trás da aparência, e a se relacionar com o essencial, enxergando e vivendo um céu azul, mesmo quando ele se mostra cinza.



1 Comments:

At março 02, 2005 6:00 PM, Anonymous patricia said...

A vida é bela....
As horas correm, o dia passa, o tempo voa.E nessa vida agitada, muitas vezes deixamos de prestar atenção nos pequenos detalhes da vida.Aqueles detalhes que tornariam o nosso dia muito mais colorido, mais suave, mais alegre e mais bonito.
Devemos tirar um tempo só para nós próprio, respirar fundo, olhar ao nosso redor,apreciar a natireza, as pessoas e assim procurarmos ser mais felizes.
UM GRANDE BEIJO MANINHA!!
XU!!!

 

Postar um comentário

<< Home

Acessos:

Image by FlamingText.com
Image by FlamingText.com